Você conhece alguma startup social? São organizações do terceiro setor que unem tecnologia e solidariedade para ampliar o potencial de atuação de causas e instituições que muitas vezes ficam sem apoio.

Terceiro setor é um termo usado para se referir a instituições da iniciativa privada que prestam serviços de caráter público, sem visar fins lucrativos. Mas toda organização precisa de recursos para se manter de pé.

Por isso, mesmo não buscando lucros, uma startup social precisa ter sua ideia validada e desenvolver um modelo de negócio que se sustente.

Nesse post, vamos entender um pouco mais sobre a importância da startup social e conhecer alguns exemplos brasileiros que estão se destacando nesse cenário.

Importância da startup social

Desde 2009, a CAF – Charities Aid Foundation acompanha as tendências de solidariedade ao redor do mundo, publicando o relatório World Giving Index (Índice Global de Solidariedade).

A publicação mais recente apresenta dados de 2018, onde foram consultadas mais de 150 mil pessoas de 146 países. O índice mede as ações solidárias desenvolvidas em três frentes: doação em dinheiro, ajuda a desconhecidos e voluntariado (doação de tempo).

No ranking de “países mais solidários” do mundo, o Brasil não fez jus a sua fama de nação hospitaleira e generosa. Os dados fazem uma análise proporcional à população do país e as colocações brasileiras foram: 59ª em doação em dinheiro, 60ª no quesito ajudar um estranho e 79ª em voluntariado.

Esse cenário mostra a importância de gerar novas soluções para o terceiro setor. Felizmente, muitos empreendedores tem investido nessa área aqui no Brasil, como vamos ver agora.

5 exemplos de startups sociais brasileiras

Confira a nossa lista de startups sociais que tem feito a diferença para mudar diversos cenários aqui no Brasil.

1. Quero Bolsa

Financiar educação de qualidade em instituições privadas não é nada barato. Partindo desse problema, a Quero Bolsa criou uma plataforma que conecta alunos e instituições de ensino, ajudando esses novos estudantes a encontrar as melhores opções de bolsas.

Além das bolsas para ensino superior e pós-graduação, o Quero Bolsa oferece também opções para educação básica, ensino fundamental e médio, cursos livres, técnicos e de idiomas.

https://querobolsa.com.br/

2. Colab: startup social

Colab é uma plataforma que conecta os cidadãos aos seus governos municipais. É possível notificar os problemas na cidade diretamente para a prefeitura, que tem um canal direto de resposta. Tudo isso é feito numa interface divertida, usando técnincas de gamificação, incentivando pessoas a se tornarem cidadãos mais colaborativos.

No ar desde 2013, o Colab contou com a experiência de servidores públicos para o seu desenvolvimento e hoje já possui mais de 250 mil cidadãos usando a ferramenta.

https://www.colab.re/

3. Mulheres SA

Segundo dados do Sebrae (2019), em cada 10 empreededoras, menos de 4 se tornam efetivamente donas de negócios. Esse e outros dados mostram a dificuldade das mulheres em desenvolver seus negócios no Brasil.

Por isso, o instituto Mulheres S.A oferece capacitação, experiências, networking e benefícios para mulheres empreendedoras de baixa renda, promovendo a igualdade de gênero.

http://www.mulheressa.org/

4. Diaspora.black

“Conecte-se à cultura negra em todo o mundo” – esse é o convite da Diaspora.black, uma startup de impacto social que conecta viajantes a experiências que valorizam a cultura e geram renda para a comunidade negra.

A plataforma permite que pessoas de todos os lugarem possam criar eventos relacionados com a cultura negra. Durante o período de pandemia em 2020, desenvolveram uma série de experiências online com personalidades inspiradoras.

https://diaspora.black/manifesto/

5. O Polen

Como facilitar o processo de doação? Essa foi a pergunta que o Polen respondeu com um sistema simples e objetivo que contribui para que diversas marcas gerem impacto social com seus negócios.

Funciona assim: a loja virtual escolhe duas causas para apoiar e, no momento de fechar a compra, o cliente escolhe para qual delas deseja doar. Os dados da empresa mostram que essa estratégia diminui o percentual de carrinhos abandonados e aumenta a conversão em vendas.

https://polen.com.br/

E essa foi a nossa seleção de startup social!

Deixe um Comentário