A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação de Mato Grosso (Seciteci), divulga o site oficial do evento virtual “Semana da Inovação de Mato Grosso”, que acontecerá entre os dias 20 a 28 de agosto. O evento será realizado em parceria com diversos apoiadores, e, tem o objetivo de colocar a agenda no centro das estratégias do Ecossistema Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação. O site com informações e inscrições pode ser acessado AQUI.

Uniram forças para realizar o evento a Seciteci; o Parque Tecnológico Mato Grosso; a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat); a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso (Sedec); o Serviço Social da Indústria (Sesi); o Serviço Nacional de Aprendizado Industrial (Senai); o Instituto Euvaldo Lodi (IEL); a Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (Fiemt); o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae); a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT); a Universidade Federal de Rondonópolis (UFR); o Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT); a Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat); o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso (Fecomércio).

Além disso, algumas instituições são parceiras, entre elas: a Rede de Inovação Mato Grosso (Inova MT); o AgriHub; a Priante Incubadora; o Colaborama (Laboratório de Inovação, Tecnologia e Gestão); o Centro Global de Inovação e Tecnologia em Sustentabilidade (CITIS); a Comunidade Blockmeet; a Digoreste Startups; o Instituto Tecnológico, de Gestão Estratégica e Organização Social Sustentáveis (I-Geos) e a Incubação e Desenvolvimento de Empresas Inovadoras (I-Deia).

O secretário da Seciteci, Nilton Borgato, ressalta que o evento será dedicado ao agro, empreendedorismo e sustentabilidade, e, que este deverá ser o maior evento virtual de inovação de Mato Grosso.

“Já somos referência em realizar eventos virtuais, a exemplo da plataforma que criamos para a ‘Mostra Estadual de Tecnologia e Inovação’ [Mecti], no ano passado, e o ‘Cidades Inovadoras’ que realizamos este ano, e, ambos foram um sucesso, tanto que fomos procurados por outras instituições e estados. Tenho certeza que a ‘Semana da Inovação’ vai superar as expectativas, pois vamos mostrar processos inovadores e tecnologias com diversas possibilidades para a superação dos desafios do setor produtivo, e, assim contribuir com a diminuição das desigualdades socioeconômicas, além de acelerar o desenvolvimento científico e tecnológico de Mato Grosso”, reforçou.

De acordo com a superintendente de Desenvolvimento Científico Tecnológico e de Inovação, da Seciteci, Lectícia Figueiredo, a ideia foi unir esforços das instituições do Ecossistema Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação de Mato Grosso para promover debates e diversos eventos virtuais durante a Semana da Inovação, sendo que pelo menos dez já estão confirmados.

“Estamos concluindo a formatação e organização de cada evento, e, no site, criado pela Digoreste Startups [que já está operando], tem informações sobre cada agenda, além da opção de a pessoa se inscrever para participar a partir de primeiro de agosto. Portanto, ainda poderão surgir outros eventos e novas parcerias até o próximo mês”, disse.

Entre os eventos já confirmados, terá o “Inovação Frugal: inovação aberta, com baixo custo e sustentável”, realizado pela Unemat. A diretora da Agência de Inovação da Unemat, Jussara de Araújo Gonçalves, explica que a Engenharia Frugal é um tipo de inovação com base no processo de redução de custos e recursos não essenciais de um bem durável, como um carro ou telefone, por exemplo.

“Esta preocupação surgiu para atender os países em desenvolvimento com extensa população de baixa renda. Portanto, a inovação frugal é uma ação extremamente oportuna atualmente em todo mundo justamente para proporcionar às empresas oportunidade de se reerguerem após a pandemia, pois ela trabalha exatamente a questão de diminuição de custos, valorizando a sustentabilidade”, falou.

Outro evento, será o “Inovação com Impacto”, comandado pela Incubadora Priante, pertencente ao Escritório de Inovação Tecnológica (EIT) da UFMT e com apoio do Instituto Cidadania Empresarial (ICE). Segundo a gerente da Incubadora Priante, Patricia Cristiane de Souza, o evento terá dois momentos, com temas relevantes, sendo um painel para falar sobre “Investimentos e Negócios de Impacto Socioambiental (NIS)” e outro painel que abordará o tema “Fortalecendo a rede de NIS em MT”.

“O Brasil já tem uma rede fortalecida neste segmento, um ecossistema que conta com apoio do Governo Federal, aceleradoras, incubadoras e diversas entidades que apoiam esta temática, inclusive uma rede de professores que atuam nesta área dentro das universidades. Portanto, é importante debater estes assuntos em Mato Grosso, de forma a fortalecer os atores do ecossistema regional sobre a agenda de investimentos em negócios de impacto sócioambiental”, diz Patricia.

Além disso, o IFMT realizará a “Mostra de Tecnologia do Agro” e a “Maratona de Soluções”, portanto, serão dois painéis que trarão a apresentação de projetos e pesquisas, e o outro um concurso de projetos que trazem soluções inovadoras e tecnológicas para problemas do agronegócio ou agricultura familiar e suas cadeias produtivas.

A chefe de Departamento de Inovação Tecnológica do IFMT, Fernanda Marques Caldeira, explica que os eventos vão apresentar uma seleção de projetos inovadores de estudantes e pesquisadores que já possuem resultados e na oportunidade, ainda serão ofertadas bancas de orientações.

“Os nossos professores vão fazer mentorias direcionadas a desenvolver negócios estratégicos ou soluções tecnológicas como plataformas, aplicativos entre outros instrumentos que possam fortalecer os setores produtivos do agro”, disse.

 

Fonte: www.secitec.mt.gov.br

Deixe um Comentário